29 de março de 2017

Saúde - O que você precisa saber sobre Diabetes




Olá pessoal,


O assunto de hoje é sério. Tenho casos na família, vejo como é a conduta das pessoas que tem a doença, já perdi duas pessoas na família por consequências da diabete, por isso peço que vocês leiam com atenção e repassem para o maior número de pessoas possíveis. A diabete é muito mais séria do que as pessoas pensam.

O que é?

O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue. O diabetes acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada. A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia. Portanto, se houver falta desse hormônio, ou mesmo se ele não agir corretamente, haverá aumento de glicose no sangue e, consequentemente, o diabetes.

Tipos

Tipo 1 - O pâncreas perde a capacidade de produzir insulina em decorrência de um defeito do sistema imunológico, fazendo com que nossos anticorpos ataquem as células que produzem a esse hormônio. O diabetes tipo 1 ocorre em cerca de 5 a 10% dos pacientes com diabetes.

Pré-diabetes -  É um termo usado para indicar que o paciente tem potencial para desenvolver a doença, como se fosse um estado intermediário entre o saudável e o diabetes tipo 2 - pois no caso do tipo 1 não existe pré-diabetes, a pessoa nasce com uma predisposição genética ao problema e a impossibilidade de produzir insulina, podendo desenvolver o diabetes em qualquer idade.

Topo 2 -  Existe uma combinação de dois fatores - a diminuição da secreção de insulina e um defeito na sua ação, conhecido como resistência à insulina. Geralmente, o diabetes tipo 2 pode ser tratado com medicamentos orais ou injetáveis, contudo, com o passar do tempo, pode ocorrer o agravamento da doença. O diabetes tipo 2 ocorre em cerca de 90% dos pacientes com diabetes.

Diabetes Gestacional - É o aumento da resistência à ação da insulina na gestação, levando aos aumento nos níveis de glicose no sangue diagnosticado pela primeira vez na gestação, podendo - ou não - persistir após o parto. A causa exata ainda não é conhecida, mas envolve mecanismos relacionados à resistência à insulina.

Veja AQUI um material que irá auxiliar muito.

Diabetes é contagioso?

O diabetes não passa de pessoa para pessoa. O que acontece é que, em especial no tipo 1, há uma propensão genética para se ter a doença e não uma transmissão comum. Pode acontecer, por exemplo de a mãe ter diabetes e os filhos nascerem totalmente saudáveis. Já o diabetes tipo 2 tem uma função multifatorial: é consequência de maus hábitos, como sedentarismo e obesidade, que também podem ser adotados pela família inteira - explicando porque pessoas próximas tendem a ter a doença conjuntamente, mas também tem propensão genética.

Quais os sintomas?

Os principais sintomas do diabetes são vontade frequente de urinar, fome e sede excessiva e emagrecimento. Esses sintomas acontecem em decorrência da produção insuficiente de insulina ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente sua ação, causando assim um aumento da glicose no sangue. 

Pessoas com diabetes tipos 2 não apresentam sintomas iniciais e podem manter a doença assintomática por muitos anos. No entanto, devido a uma resistência à insulina causada pela condição de saúde é possível manifestar os seguintes sintomas:
Fome excessiva, sede excessiva, infecções frequentes. Alguns exemplos são bexiga, rins e pele, Feridas que demoram para cicatriza, Alteração visual (visão embaçada), Formigamento nos pés e furúnculos.

Pessoas com diabetes tipo 1 podem apresentar os seguintes sintomas:
Vontade frequente de urinar, Fome excessiva, Sede excessiva, Emagrecimento
Fraqueza, Fadiga, Nervosismo, Mudanças de humor, Náusea e vômito.

O diabetes gestacional, na maioria das vezes, não causa sintomas e o quadro é descoberto durante os exames periódicos. No entanto, devido ao aumento da glicemia durante a gravidez é possível manifestar os seguintes sintomas:
Sede excessiva, Fome excessiva, Vontade constante de urinar, Visão turva.

O pré-diabetes é a situação clínica que precede o diagnóstico do diabetes tipo 2. Geralmente o pré-diabetes não é acompanhado de sintomas. Por isso é uma condição de saúde que muitas vezes não é diagnosticada.


Fiquem atentos, e se quiserem que eu faça outro post sobre o assunto, detalhando sobre diagnósticos, cuidados, tratamentos e riscos me deixem nos comentários.
Beijos carinhosos.

Texto - Gisele Rocetti e Mais Saúde

22 comentários:

  1. Diabete é um assunto muito sério que precisa ter muito atenção, principalmente pelos sintomas, excelente o post falando do assunto, muitas vezes não ligamos com o diabete, Gisele faça outro post com mais assuntos sobre o diabete, seu post bastante útil, bjs.

    ResponderExcluir
  2. oi
    Muito importante alertar sobre o diabete, muitos acham que não é perigoso.
    Mas se não tratar pode levar a morte, minha mãe faz tratamento e tomar medicação para controlar o diabete.
    bjo

    ResponderExcluir
  3. Essa doença parece estar tomando conta, e o que é pior tem acontecido muito em crianças, é muito importante saber como prevenir essa doença, muito bom o post!
    Bjs ❤
    Minda

    ResponderExcluir
  4. Na minha casa quase todo mundo tem diabete

    ResponderExcluir
  5. Adorei post, vou indicar aos amigos!!!
    Bjs
    www.guriaantenada.online

    ResponderExcluir
  6. Nossa adorei o seu post, minha avó tem diabetes e esse seu conteúdo foi muito útil...Bjos

    ResponderExcluir
  7. Minha avó tinha e minha tia tem também.
    É preciso se cuidar.
    Bom post.
    Bjão

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo texto, bem informativo e com uma linguagem simples. As pessoas precisam prestar mais atenção em seus hábitos.

    ResponderExcluir
  9. Muito interessante, gostei! Como disse o comentário acima, linguagem simples e informativa. Sucesso para o blog!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  10. diabetes é uma doença que precisa de todo cuidado possível

    ResponderExcluir
  11. Que legal sua iniciativa de alertar as pessoas, muitas não sabem o que real é a diabetes ou o que causa, gostei muito do post.

    ResponderExcluir
  12. Nossa sou estudante de enfermagem, nossa amei seu post e sempre bom a eduração em saúde hoje em dia , li vários artigos co-relacionados que falam além da importância da educação em saúde , os exercícios físicos que reduzem o indice de glicose no sangue e a pressão diastólica!

    ResponderExcluir
  13. Muito muito, mas muito obrigada pelas informações!
    Estou com pré-diabete e nem a médica soube me explicar de uma forma tão clara assim, isso me ajudou a entender melhor o que eu tenho, obrigada.
    Bjs ♥

    ResponderExcluir
  14. Diabetes é algo seríssimo mesmo. Uma doença silenciosa e aparentemente inofensiva, que deve ser monitorada de perto para não sofrer as consequencias. Ótimo post!

    ResponderExcluir
  15. Gostei do texto informativo e de alerta sobre essa doença que vem crescendo . Todo cuidado é pouco!

    ResponderExcluir
  16. Muito importante e esclarecedor seu post e realmente temos que estar atentos e nos cuidar não tão somente quando se refere a diabetes, mas gostei mesmo do seu post

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  17. meu noivo tem diabete e vejo ele sofrendo muito, com diversos fatos. Diabede precisa de cuidado principalmente com a alimentação e alinha-la com exercícios físicos.

    alana zoz

    ResponderExcluir
  18. Na familia da minha mãe todos os irmãos dela tem, inclusive ela, então aqui em casa sempre estamos atentos e também sempre fazemos exames para acompanhar pq sabemos o quão prejudicial é diabete. Ótimo texto

    ResponderExcluir
  19. Muito bom seu blog abordar este tema, as vezes não se sabe estas divisão e nem o por que delas. Mas, aprendendo um pouco mais é bom para poder se cuidar. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Eu também tenho casos na família com essa doença.Perdi minha tia por causa da diabete, ela chegou a perder a visão e tinha uma compulsão por doce não conseguia parar de comer doce.O meu pai também teve mas graças a Deus estava bem no começo e ele fez um tratamento e hoje é considerável que ele não tem mais.Isso é muito sério, todos nós deveríamos fazer exames semestral pelo menos para saber como esta o nosso organismo.

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o meu mundo! Volte sempre! Bjinhos

Conselho do Bem - PAZ!

Olá, tudo bem? Mais uma semana iniciando e com ela mais um Conselho do Bem para meditarmos um pouquinho na palavra de Deus. ...