15 de setembro de 2016

Dica de Leitura - Como eu era ANTES de VOCÊ - JOJO MOYES

Olá amores,
Tudo bem com vocês?

Que saudade de trazer posts de Dicas de Leitura!
O livro de hoje é sem dúvida o melhor que li em 2016 até o momento, e confesso que já estou MEGA ANSIOSA para ler outros livros da autora.


ISBN: 9788580573299
Tradutor: Beatriz Horta
Ano: 2013
Páginas: 320
Editora: Intrínseca

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro. 


Esse livro é simplesmente maravilhoso. Difícil encontrar palavras para descrevê-lo, pois me tocou de forma surpreendente. 
Como eu disse acima, sem dúvida nenhuma é o melhor livro que li nesse ano.
É o primeiro livro de Jojo Moyes que leio e já virei fã.
 Este livro teve o poder de quebrar meu coração e ao mesmo tempo plantar uma sementinha com belas mensagens e aprendizado.

Eu simplesmente me apaixonei pela história de Will Traynor e Louisa Clark. Não fiquei imune ao encanto deste amor despretensioso e inusitado... e puro. Will era um homem ativo e cheio de vigor, que adorava aventuras. Mas sua vida muda completamente quando, em uma noite chuvosa, sofre um acidente. Desde então fica tetraplégico. Dois anos depois, Louisa, desempregada, acaba conseguindo um emprego como cuidadora para um deficiente, que por acaso é Will. Ela tem um contrato de trabalho de seis meses, e é justamente neste período que tanto sua vida, quando a de Will irão mudar para sempre, e eles jamais serão os mesmos.


Jojo Moyes aborda temas delicados com muito tato e sensibilidade, e construiu de forma muito real sua história, nos mostrando um mundo cheio de dificuldades para quem tem deficiência ou limitações. Nos trazendo diversos pontos nos quais podemos refletir sobre o que é certo e errado, e em diversos momentos nos mostrando de forma muito esclarecedora como é possível sim um tetraplégico, ou alguém que possui algum tipo de deficiência semelhante, viver! Muitos, assim como Will, perdem o gosto pela vida e desistem de lutar. Outros, parecem ganhar ainda mais gosto pela vida, e se agarram a ela com unhas e dentes, e muita determinação. Vemos isso na TV, e em histórias de pessoas que encontram em pequenas coisas o gosto pela vida, mesmo numa adversidade como a deficiência, que muda toda a visão da pessoa em questão. Mas sempre há os dois lados. E é triste ver como a deficiência é degradante e humilhante em muitos casos. Vemos em diversas passagens do livro a dificuldade que se tem para chegar a lugares ou para conseguir determinadas coisas. E principalmente, como é triste a percepção das limitações.

Ficaria aqui falando horas e horas sobre o livro, mas termino esse post simplesmente dizendo: leia!

Um beijo carinhoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o meu mundo! Volte sempre! Bjinhos

Conselho do Bem - PAZ!

Olá, tudo bem? Mais uma semana iniciando e com ela mais um Conselho do Bem para meditarmos um pouquinho na palavra de Deus. ...