24 de junho de 2016

Papo Sério - A cultura do estupro existe?

Olá meus amores,

Todas as últimas sextas-feira de cada mês trarei um assunto sério expondo minha opinião, que pode ser totalmente diferente da opiniões da maioria, porém quero muito a participação de vocês nos comentários, deixando suas opiniões e sugestões para os próximos #PapoSério =)

O assunto de hoje é sobre o que aconteceu recentemente com uma garota no Rio de Janeiro e levantou várias discussões sobre A CULTURA DO ESTUPRO.

Afinal, ela existe?


Infelizmente existe e é sério o assunto, pois no Brasil tem taxa de 4,8 homicídios por cada 100 mil mulheres, a quinta maior do mundo em um ranking com 83 países, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em 2014, o SUS atendeu mais de 20.000 mulheres que foram vítimas de violência sexual.

Roupa, comportamento, bebida, horário, companhias... são muitos os questionamentos que surgem a respeito de um crime quando a vítima é do sexo feminino. Casos recentes de estupros coletivos ganharam as mídias sociais e reacenderam o debate sobre a persistência de uma Cultura do Estupro na sociedade. O termo, segundo a ONU Mulheres, é "usado para abordar as maneiras em que a sociedade culpa as vítimas de assédio sexual e normaliza o comportamento sexual violento dos homens". (Por EBC)

São 500 mil casos de estupro no Brasil por ano, segundo estimativa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), órgão vinculado ao Governo Federal. Apenas 50 mil são denunciados, desses 70% das vítimas são crianças e adolescentes; 24% dos agressores são pais ou padrastos; 32%, amigos ou conhecidos

É realmente ridículo essa cultura machista que a sociedade carregada por décadas, CRIME é CRIME! Seja ele cometido contra homens ou contra mulheres. Não há NADA que justifique um ato tão violento, e não podemos abordar esse tipo de assunto que é tão sério, apenas quando algo acontece. É necessário uma mudança de paradigma, uma quebra dessa cultura onde a vítima passa a ser culpada.

Citando como exemplo a menina do Rio de Janeiro que foi violentada por 30 homens e foi culpada de ter induzido a situação. Será que se tivesse sido um garoto essa culpabilidade também seria transferida?

Não adianta alertas as meninas quanto ao comportamento e as roupas, se não educarem os "machinhos".

TODOS merecem RESPEITO! E cada situação merece ser analisada no contexto geral, e não transferindo as pessoas de vítimas para culpadas apenas por uma cultura machista.

Independente da roupa que se usa, independente do lugar que se frequenta e com quem a pessoa está, SEXO sem consentimento é CRIME! Denuncie!

Deixem nos comentários o que vocês pensam a respeito!

Beijos

7 comentários:

  1. Realmente, um assunto polêmico e que merece sensatez para discutir!! Arrasou Gi!!!
    😘😘😘😘

    ResponderExcluir
  2. Certíssima! arrasou! Nós mulheres devemos lutar por nossos direitos, em um mundo machista devemos mostrar que somos todos iguais! onde o pré-conceito por causa da roupa que se veste ou por simplesmente ser mulher nós mulheres merecemos ser estupradas! um absurdo! adorei o post!
    beijos!
    http://seamandomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esse caso que aconteceu no Rio de Janeiro, foi horrível, essa menina era apenas uma adolescente,mesmo se fosse com uma mulher adulta, esses criminosos não tinha o direito de fazer isso. A mulher tem a liberdade de vestir qualquer roupa, nós merecemos respeito, Gisele bjs,

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente é uma triste realidade...

    O que mais nos sufoca é o fato de termos que andar com medo e tudo é de todos!

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda tenho milhões de dúvidas sobre esse assunto. É meio confuso a compreensão. Cultura é o ato de cultivar algo perante algo. Não acho que o estupro é cultivado na sociedade brasileira. Pra mim a palavra "cultura" não seria adequada, maasss. Tudo o que você disse é uma realidade. Devemos combater a isso. #Sexo sem consentimento é crime. Denuncie. "Você é mais que um corpo, se valorize. Não deixe qualquer um te tocar. Denuncie abusos sexuais!" http://looovess.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ola como vai????
    Sou o Paulo do Blog Palavra Diária.
    Minha opinião é a de que crime como esses deveriam ser muito mais investigado.
    Muitas mães não denunciam por falta de apoio do estado. Pois imagine se a mãe por exemplo denuncia seu companheiro e este não for preso????
    No caso seriam 02 vitimas.
    Precisa-se urgente aplicar as leis existentes, precisamos proteger nossas crianças, adolescentes. E que aqueles que praticam esse tipo de crime fiquem pelo menos uns 30 anos atrás das grades.

    Visitem: www.palavradiariadevida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nós crescemos e somos educados sob essa cultura do estupro. Ela existe e é aterradora. Cada vez mais, é possível ver como ela se manifesta, muitas vezes de forma sutil. As propagandas têm reforçado cada vez mais isso. Mas infelizmente alguns ainda resistem em aceitar. Claro que muitos vestem a carapuça. Evoluímos bastante nos últimos anos ao abordar o assunto. Mas os casos recentes de estupro coletivo mostram que estamos muito no começo.

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o meu mundo! Volte sempre! Bjinhos

O CRISTÃO na SOCIEDADE

Olá, tudo bem com vocês? Mais uma semana iniciando e com ela mais um Conselho do Bem para refletirmos um pouquinho na palavra de Deus. ...