20 de julho de 2016

Série Jovens Cristãos - Estou gostando de alguém e agora? (Parte 3)

Olá lindezas e lindezos,

Tudo bem com vocês?

Dando sequência a série, hoje vou falar sobre o tema: ESTOU GOSTANDO DE ALGUÉM, E AGORA?



Se você é um(a) jovem cristão(ã), e quer de fato ter uma vida no centro da vontade de Deus, e se você tem dúvidas de como proceder quando nasce um sentimento por alguém, vou falar de como agir de acordo com a palavra de Deus, para que seu futuro seja abençoado.

Dividi em 5 passos para que fique bem claro, e espero que de alguma forma seja útil para sua vida, pois o principal objetivo é que você tenha um futuro abençoado, mas é evidente que para que isso aconteça, o início deve ser correto.

1º Passo - Comunique seus pais
 A opinião dos seus pais sempre será importante quando baseadas num ensinamento cristão. Esconder dos pais é errado, e com certeza já é um passo ao erro e frustração.
Compartilhe com seus pais logo no inicio do sentimento, enquanto está em seu domínio. A palavra de Deus diz o seguinte a respeito da obediência aos pais.

Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a  - terra. (Efésios 6:1-3)

2º Passo - Comunique seus líderes
Compartilhe com seus líderes, com pessoas mais velhas e espirituais e pessoas idôneas. Não tenha vergonha de compartilhar e pedir orientação. É melhor ter alguém experiente te auxiliando, para que o sentimento não consuma sua razão. A bíblia também nos orienta sobre isso.


Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.

Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver. (



Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria, não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês.


3º Passo - Não namore alguém que não tenha a mesma fé que você
Eu posso afirmar sem nenhum orgulho, que nesse tópico eu sou prova viva de que desobedecer poderá trazer consequências doloridas. Então, com todo amor peço que vocês levem a sério e não se deixem levar por sentimentos errados. Se você inicia um namoro com alguém de fé diferente, por mais correta que a pessoa seja, por mais que você pense: com meus exemplos um dia essa pessoa se renderá a Jesus, engano seu! A bíblia nos alerta sobre isso.

Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? 
E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?
E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. (



4º Passo - Comece um namoro apenas se tiver interesse em se casar
Existem pessoas que namoram uns 10 ou mais antes do casamento, porque vivem numa busca desenfreada por medo da solidão. Eu já cometi esse erro, hoje graças a Deus minha mente está totalmente transformada e Deus está em primeiro lugar na minha vida, mas por ter experiência para falar sobre isso, aconselho o seguinte: o tempo que estiver sozinho(a), use para crescer profissionalmente e espiritualmente. Estude, faça cursos, viaje e quando estiver de fato preparado(a) comece a planejar o futuro sentimental.

Acima de tudo, guarde o seu coração,
pois dele depende toda a sua vida. 

5º Passo - O moço precisa pedir permissão aos pais da moça
Imagine você como pai de uma moça, e de repente ela chega de mãos dadas com um moço que vocês não sabem quase nada sobre ele, como você sentiria? Se você estiver pensando: "nossa mas os tempos mudaram", realmente mudaram, e para pior! Antigamente, quando pedir a mão aos pais era algo quase que obrigatório, não existia tantos divórcios como hoje. Uma pessoa que aceita ir pedir aos pais permissão, está afirmando que realmente está disposto a agir de boa fé. Além do mais, esse último passo é complemento do primeiro. Se você contou sobre seus sentimentos para seus pais, nada mais correto de que sejam os primeiros a conhecerem as intenções do namoro.

Lembrem-se SEMPRE que o coração é enganoso, e não há ninguém que possa te orientar melhor do que seus pais e líderes idôneos. Que Deus abençoe a cada um, e se quiserem dividir comigo sua história, fique a vontade. Terei muito prazer em respondê-los!

Beijos carinhosos!

4 comentários:

  1. Bom, concordo em parte, sou católica praticante, a família do meu namorado é evangélica, ele diz não ter religião, nem por isso eu desisti dele, tenho exemplo em casa, meu pai também não tinha religião quando conheceu minha mãe e foi ela que levou ele a conhecer a palavra de Deus, acho meio discriminatório dizer para não namorar quem não tenha a mesma Fé você, afinal Deus não escolhe os capacitados ele capacita os escolhidos.
    http://souadultaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lee, eu entendo e respeito sua opinião. Os passos que dei, foi principalmente baseando no que diz a bíblia e numa experiência dolorosa que eu tive. Mas não condeno. Beijos

      Excluir
  2. Não importa a religião, se amamos a pessoa e somos cristãos e ela não, podemos orar por ela e ajudar para que ela também conheça e siga os caminhos de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço ambos os lados, pessoas que realmente passaram para os caminhos de Deus, e pessoas que afastaram quem estava....então é muito relativo. Mas respeito a opinião de vocês. Beijos

      Excluir

Obrigada por visitar o meu mundo! Volte sempre! Bjinhos

Conselho do Bem - PAZ!

Olá, tudo bem? Mais uma semana iniciando e com ela mais um Conselho do Bem para meditarmos um pouquinho na palavra de Deus. ...